EM ATENÇÃO AOS MILITARES CANDIDATOS A CARGOS POLÍTICOS VEJA A DECISÃO:

O DEPARTAMENTO JURÍDICO DA ASSEGO EM DEFESA DE SEUS DIREITOS POLÍTICOS, SAIU A CAMPO E CONSEGUIU MAIS UMA VITÓRIA PARA OS MILITARES GOIANOS:

AGORA O MILITAR QUE SE CANDIDATAR E NÃO FOR ELEITO NÃO MAIS PERDERÁ SUA ANTIGUIDADE NO POSTO OU GRADUAÇÃO. VEJA A DECISÃO:

DUPLO GRAU DE JURISDICIÇÃO Nº 103069-83.2011.8.09.0051
(201191030695)
COMARCA DE GOIÂNIA
4ª CÂMARA CÍVEL
AUTORES : L. S. B. E OUTRO
RÉU : COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO
DE GOIÁS 
APELAÇÃO
AÇÃO DECLARATÓRIA DE NULIDADE DE ATO ADMINISTRATIVO. POLICIAL MILITAR. LICENÇA PARA CANDIDATAR-SE A CARGO ELETIVO. DIREITO AO CÔMPUTO DO PERÍODO INERENTE AO CERTAME ELEITORAL NA CONTAGEM DO TEMPO DE SERVIÇO DO SERVIDOR CASTRENSE. REEXAME NECESSÁRIO E APELAÇÃO CÍVEL CONHECIDOS MAS DESPROVIDOS. ART. 557, CAPUT, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. SÚMULA Nº 253 DO COLENDO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA.

PARABÉNS A TODOS OS MILITARES QUE MESMO DIANTE DAS DIFICULDADES DA CASERNA AINDA ASSIM SE ARRISCAM NA POLÍTICA POR AMOR A SEGURANÇA PÚBLICA E AO SEU PRÓXIMO...

Nenhum comentário:

Postar um comentário